UP ATOM Server

DC 0040 - Museu Amadeu Souza Cardoso e Biblioteca Albano Sardoeira

[Esquisso de perspetiva] [Planta] [Alçado] Projecto de remodelação: ... Projeto de execução: Plantas Projeto de execução: Cort... Projeto de execução: Porm... Projeto de execução: Esta... Projeto de execução: Esca... Ante-Projecto: Planta 2ºpiso Ante-Projecto: Planta 1ºpiso Corte A-A Projecto de execução: Pla... Projecto de execução: Pla... Projecto de execução: Cortes Projecto de execução: Cortes Projecto de execução: Axo... Projecto de execução: Cortes Projecto de execução: Cortes [Esquisso de perspetiva]
Resultados 1 a 20 de 90 Mostrar tudo

Zona de identificação

Código de referência

PT FIMS AS-1-1.1-001-0040

Título

Museu Amadeu Souza Cardoso e Biblioteca Albano Sardoeira

Data(s)

  • 1970-1987 (Produção)

Nível de descrição

DC

Dimensão e suporte

92 peças desenhadas;
1 u.i. de peça escrita

Zona do contexto

Nome do produtor

Alcino Soutinho, Arquitecto (1958-1993)

História administrativa

Alcino Soutinho iniciou a sua atividade de arquiteto em regime de profissão liberal em 1958. Teve vários escritórios, constituídos sem formalismos legais, onde exerceu a prática da arquitetura. Durante a sua vida profissional destacam-se duas fases: numa primeira fase, a profissão foi exercida com vários sócios sem qualquer formalismo; numa segunda fase, em 1993, associa-se à sua filha no escritório que se designa por “Alcino Soutinho Arquitecto Lda.”
Cronologicamente, podemos referir as seguintes fases, enquanto arquitecto em regime liberal:
1ª Escritório com o arquiteto Octávio Lixa Filgueiras na Praça de Filipa de Lencastre, no Edifício do Hotel Infante de Sagres
2ª Escritório com Pedro Ramalho e Sérgio Fernandes, na Rua do Barão de S. Cosme, no início dos anos 60; depois mudam-se para a Rua Marques da Silva. Os trabalhos dos arquitetos começam a separar-se;
3ª Escritório com Rolando Torgo, nos fins dos anos 60 até 1973, na rua de D. Hugo;
4ª Escritório, de 1973 até 1993, escritório na Rua Carlos Malheiro Dias nº 283 r/c Direito;
Ao longo da sua vida profissional projetou mais de 200 obras.

História do arquivo

Fonte imediata de aquisição ou transferência

Zona do conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

Documentos relativos ao processo de obra Museu Amadeu Souza Cardoso e Biblioteca Albano Sardoeira, em Amarante, com o número de obra 40.
O processo de obra é composto pelos seguintes documentos: 92 peças desenhadas, 1 Unidade de Instalação com inscrição na lombada "Biblioteca A. Sardoeira: Amarante C.M.A." com recibos, memória descritiva, correspondência, recortes de imprensa, caderno de encargos, estimativa orçamental, peças desenhadas.

Dados sobre a obra
Responsável: Arq. Alcino Soutinho, Arq. José Miranda e Arq. Luís Casal
Estado da obra: Construída
Localização: Amarante
Tipo de construção: Reabilitação de edifício

Outras Informações
Áreas:
Área de Construção: 2.804m2
Especialidades:
Estabilidade - Gop
Águas e Esgotos - Gop
Eletricidade - Gop
Equipamentos eletromecânicos: Gop

Cronologia
Dezembro 1978 - Inicio dos projetos
Junho 1980 - Inicio da construção

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de organização

Zona de condições de acesso e utilização

Condições de acesso

Condiçoes de reprodução

Idioma do material

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Zona de documentação associada

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Zona das notas

Nota

Adaptação de Convento em Biblioteca-Museu. Numa das partes do Convento de S. Gonçalo terá lugar a Biblioteca -Museu Albano Sardoeira e os serviços camarários, sem nunca desmantelar a igreja de S. Gonçalo e o seu claustro.
O projecto do Arquitecto Alcino Soutinho incide sobre a ala poente do 2º claustro do Convento, a reposição do corpo de separação do 2º e 3º claustros e obras de adaptação e restauro do espaço deste último, do Salão Nobre, da Cozinha dos Frades (transformada em auditório municipal).
Há o sentimento e o entendimento de que deverão autonomizar-se a Biblioteca e o Museu e que a Biblioteca deverá ser instalada em edifício próprio, passando os dois pólos culturais a designarem-se Biblioteca Municipal Albano Sardoeira e Museu Municipal Amadeo de Souza-Cardoso.
A intervenção procura evidenciar as características formais e espaciais do convento não entrando em conflito com o pré-existente.
Com esta obra, Alcino Soutinho, obteve o prémio AICA-SEC, em 1984.

Identificador(es) alternativo(s)

Pontos de acesso

Pontos de acesso - Locais

Pontos de acesso - Nomes

Zona do controlo da descrição

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Estatuto

Nível de detalhe

Datas de criação, revisão, eliminação

Línguas e escritas

  • português

Script(s)

Fontes

Zona da incorporação