UP ATOM Server

QUEIROZ, João Marcelino

Zona de identificação

tipo de entidade

Pessoa

Forma autorizada do nome

QUEIROZ, João Marcelino

Forma(s) paralela(s) de nome

  • João Queiroz

Forma normalizada do nome de acordo com outras regras

Outra(s) forma(s) do nome

identificadores para entidades coletivas

Área de descrição

datas de existência

1892-1980

História

João Marcelino Queiroz, arquiteto e militar, nasceu no Porto a 23 de junho de 1892 e faleceu, com 90 anos, a 25 de fevereiro de 1982. Era o mais novo de 6 irmãos, filho de Abílio de Sequeira Pinto Queiroz e de Branca Laura Pimentel de Lima Queiroz. Casou com Julieta Carolina Machado Bravo com quem teve 1 filho de nome João Marcelino Machado Bravo Queiroz.
Em 1911 matriculou-se no curso preparatório de desenho da Escola de Belas Artes do Porto, tendo depois ingressado no curso de arquitetura, na mesma escola.
Durante a I Guerra Mundial foi mobilizado e entrou na Escola de Guerra (academia de formação de oficiais do exército português, atual Academia Militar); daí foi prestar serviço no Quartel-General e depois no Hospital Militar, passando, em seguida, à reserva.
Em 1920 concluiu o curso de Arquitetura Civil e estabeleceu-se como arquiteto, exercendo a arquitetura como profissional liberal, num prédio situado na Rua de Santa Catarina, no Porto. Aí também se localizava a Casa de Sant’Ana, uma loja portuense de artigos decorativos regionais, da qual era coproprietário.
Em 1922 foi-lhe atribuída a mercê do Grau de cavaleiro da ordem militar de Santiago de Espada, concedida pelo Presidente da República Portuguesa.
Em 1926 obteve o diploma de Arquiteto depois de ter trabalhado durante dois anos na Direção Geral dos Edifícios e Monumentos do Norte.
Durante os anos 40, por ocasião da II Guerra Mundial, foi novamente incorporado tendo-se reformado como Capitão.
Matriculou-se, em 1945, na Escola de Belas Artes do Porto, no curso de Urbanologia, curso este que acabava de ser instituído.

Locais

status legal

funções, ocupações e atividades

Mandatos/Fontes de autoridade

Estruturas internas/genealogia

contexto geral

Área de relacionamento

Zona do controlo

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Estatuto

Nível de detalhe

Datas de criação, revisão ou eliminação

Línguas e escritas

Script(s)

Fontes

Notas de manutenção