Mostrar 2263 resultados

Registo de autoridade

Assayas, Olivier, 1955-, cineasta

  • PT/MIL/OA
  • Pessoa
  • 1955-

Olivier Assayas nasceu em Paris a 25 de janeiro de 1955. Filho de Raymond Assayas, roteirista francês, Olivier iniciou a sua carreira em 1977 na indústria que pertencia ao seu pai e a sua carreira profissional continua ativa até à atualidade. Em 1998 casou com a atriz Maggie Cheung, com quem esteve casado até 2001. Em 2009 volta a casar, desta vez com a atriz Mia Hansen-Love, com quem se encontra até à data.
Começou como roteirista, escrevendo episódios de televisão, mais tarde, e já com a mais experiência profissional, tornou-se, também, diretor e crítico de cinema. Viu o seu filme “Cold Water” exibido na secção UN Certain Regard do Festival de Cannes de 1994, mas o seu maior sucesso foi o filme “Irma Vep” que foi uma homenagem ao diretor francês Louis Feuillade e ao cinema de Hong Kong. Dirigiu e coescreveu a minissérie de televisão francesa “Carlos”, exibida em 2010. Em 2011 foi membro do júri para a competição principal no Festival de Cannes. Em 2012 com o filme “Something in the Air” foi selecionado para competir pelo Leão de Ouro no 69.º Festival Internacional de Cinema de Veneza. Ganhou, ainda, a Osella para melhor roteiro em Veneza e em 2014 com “Nuvens de Sils Marua” competiu pela Palme d’Or na competição principal do Festival de Cannes, acabando por ganhar o Prémio Louis Delluc e seis indicações ao Prémio César, chegando a ganhar duas delas.

Aurélio, José Manuel, 1938-, escultor

  • PT/MIL/JMA3
  • Pessoa
  • 1938-

Nascido em 1938, na cidade de Alcobaça, José Manuel Aurélio iniciou os seus estudos com o curso de escultura pela Escola Superior de Belas-Artes de Lisboa. Desde 1957 que Aurélio participa em mostras coletivas e, desde 1958, que expõe individualmente. Atualmente é visto como autor de várias esculturas em espaço público de numismática e medalhística. Os materiais de trabalho da sua eleição são a madeira, a pedra e o bronze, primando por uma estética minimalista e geometrizante. Entre os trabalhos que desempenhou destacam-se a orientação da Galeria Ogiva, em Óbidos (1969-1974), o presépio para o santuário de Fátima (1999), a Porta de Abril, em S. Paulo (2001) e a produção da moeda de dois euros que homenageia os 50 anos da ponte 25 de Abril.
Quanto a condecorações, José Aurélio recebeu a Comenda da Ordem do Infante D. Henrique, pelo Presidente da República Portuguesa, em 2006.

Resultados 121 a 140 de 2263