Mostrar 1933 resultados

Registo de autoridade
Pessoa

Zubizarreta, 1961-, futebolista

  • PT/MIL/Z3
  • Pessoa
  • 1961-

Andoni Zubizarreta Urreta nasceu a 23 de outubro de 1961 em Álava. Cresceu na cidade de Gipuzkoa onde iniciou a sua carreia futebolística, estreando-se em 1980 na La Liga, pelo Desportivo Alavés. Em 1981 transferiu-se para o clube espanhol Athletic Bilbao, onde ganhou dois campeonatos nacionais uma Taça do Rei e uma Supertaça de Espanha e onde permaneceu até 1986. Nesse ano passou a representar o Futebol Clube de Barcelona, onde foi campeão nacional por quatro vezes, ganhou uma Liga dos Campeões da UEFA, uma Taça das Taças da UEFA, uma Super Taça da UEFA, duas Taças do Rei e duas Supertaças de Espanha. Já em 1994, Zubizarreta passou a representar o Valência, clube em que permaneceu até 1998 e no qual terminou a carreira. Foi jogador da seleção nacional espanhola entre 1985 e 1998 e é, ainda hoje, conhecido como um dos maiores goleadores espanhóis.
Depois de terminar a sua carreira, Zubizarreta afastou-se, por um tempo, da esfera futebolística, no entanto, em 2010, foi nomeado diretor de futebol do Futebol Clube de Barcelona, contudo no ano de 2015 foi demitido na sequência de um castigo aplicado pela FIFA ao clube. Paralelamente a esta função foi comentador de rádio e televisão no domínio futebolístico. Individualmente, Andoni Zubizarreta conquistou dois prémios, o Prémio Don Balon para jogador espanhol do ano, em 1987 e o Troféu Zamora na época 1986-1987.

Zuniga, Guillermo Willie, 195?- , empresário

  • PT/MIL/GWZ
  • Pessoa
  • 195?-

Guillermo Willie Zuniga nasceu e cresceu em Los Angeles. Em 1979 começou a trabalhar na Alpha Therapeutic Corporation como operador de processo, chegando a gerente e diretor de nível. As suas aptidões e competências de liderança fizeram com que fosse promovido a vice-presidente de manufatura. Em 1986 a empresa Grifols adquiriu a Alpha Therapeutic e, a partir dessa data, Zuniga tornou-se presidente da empresa. Ainda nesse ano formou-se em Administração de Empresas pela Cal State LA.
Zuniga apoia vários centros familiares, como o El Nido, Cal State Las Rita Ledesma e Bianca Guzman, ajudando na criação de planos de desenvolvimento nas áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática. Colabora com organizações como a Girls Today, Woman Tomorrow e a Câmara de Investimentos de LA e compromete-se diariamente a ajudar pessoas com os produtos que fabrica na Grifols. É casado com Chris Chow, com quem tem três filhos.

Ágata, 1959-, cantora de música ligeira

  • PT/MIL/A2
  • Pessoa
  • 1959-

Maria Fernanda Pereira de Sousa, conhecida pelo nome artístico Ágata, nasceu a 11 de novembro de 1959 em Lisboa. Dedicou toda a sua vida à música, tendo constituído carreira em 1975 quando lançou o seu primeiro trabalho discográfico intitulado de “Heróis Trabalhadores”. Ainda nesse ano entrou para o Centro de Preparação de Artistas da Emissora Nacional, tendo frequentado o curso de música e arte. Ágata sempre se destacou por interpretar músicas do género romântico e em 1976 reforça essa ideia quando gravou um dos seus discos de maior sucesso “Já não estou sozinha”.
Antes da sua carreira a solo, e apenas com 17 anos, integrou a banda feminina Cocktail, chegando a gravar diversos discos. Chegou a ser voz de músicas de telenovelas, em particular com o tema “Caso Meu” para a telenovela brasileira “Dona Xepa” em 1979. Em 1982 participa no Festival RTP da Canção com o tema “Vai mas Vem” o que lhe valeu o Prémio Revelação do Ano. Já em 1984 termina o vínculo com o grupo Cocktail e inicia uma relação com o grupo Doce onde permaneceu até à sua extinção. Em 1986 muda o seu nome artístico para Ágata, pois até aquela altura apresentava-se como Fernanda Sousa.
Embora sempre tenha tido uma carreira de sucessos foi nos anos 90 que Ágata que a sua carreira teve a maior explosão, com êxitos como “Maldito Amor” ou “Comunhão de Bens”. Ágata teve pequenas participações em séries portuguesas, nomeadamente “Frou Frou” e “Espelho dos Acácios”, ambas emitidas na RTP. Deu, ainda, voz à emblemática “Abelha Maia” o que lhe deu uma grande notoriedade na época.

Évora, Cesária, 1941-2011, cantora de morna

  • PT/MIL/CE
  • Pessoa
  • 1941-2011

Cesária Évora nasceu a 27 de agosto de 1941, em Mindelo, Cabo Verde. Desde cedo começou a cantar para os amigos e, pouco depois, apresentou-se a cantar na praça principal da cidade onde vivia, acompanhada pelo irmão que tocava saxofone. Aos 16 anos começa a cantar em bares e hotéis, aí começa a ganhar maior notoriedade, acabando por ser conhecida como a “Rainha da Morna” e “a diva dos pés descalços” (como se apresentava em palco). Aos 20 anos foi convidada para cantar para a companhia Congelo. Já em 1975 Cesária Évora deixou de cantar para sustentar a família, situação essa que se prolongou nos dez anos seguintes, nos quais teve que lutar pelo alcoolismo, chegando a apelidar esse período de “Dark Years”. Em 1985 volta cantar, num espetáculo em Portugal e logo depois surgiram oportunidades para atuar em outros países, em 1988 grava o disco “La diva aux pieds nus” e, desde essa altura, o número de álbuns cresceu. Nessa data fixou-se em Paris e, com 47 anos, atingiu a sua maior notoriedade, chegando a ser considerada uma estrela internacional.
Em 2004, Cesária Évora, conquistou o Grammy de melhor álbum world music contemporânea e em 2009 foi distinguida com a medalha da Legião de Honra pelo Ministério da Cultura Francesa. Entro os seus maior êxitos estão “Mornas de Cabo-Verde & Oriondino” (1965), “Cesária Évora à L'Olympia” (1995), “Cesária Évora : L'essentiel” (2001), “Voz d'Amor” (2003), entre outros. Em setembro de 2011 pôs um ponto final na carreira musical por encontrar-se com a saúde debilitada. O seu falecimento data de 17 de dezembro de 2011 (70 anos).

Ícaro, Paolo, 1936-, escultor

  • PT/MIL/PI
  • Pessoa
  • 1936-

Paolo Ícaro é um escultor italiano nascido em 1936. Entre as suas obras mais estão, “Fulmino e saette”, “La parte alegra del pesce”, “Lunatico”, “Ombre do pensiero”, “Lavora”, entre outras.

Resultados 1921 a 1933 de 1933