SI AMF - Alfredo Matos Ferreira

[Um Museu]: corte e planta [Um Museu: alçados, planta e corte] [Alçado] Habitação do Feitor, Barca d'Alva, Quinta do Joanamigo: Projecto de nitreira com 40 m2 de platafo... Habitação de férias, Porto Santo: planta, corte e alçado Projeto: alçados Projeto: planta [Planta e alçado] [Planta] [Estudo de planta] [Planta] [Estudo de alçado] [Plantas] Planta geral, planta cave, planta r/c e andar Alçados, corte Detalhes, cozinha tipo Detalhes vitral da escada Detalhes escada principal Detalhes entrada principal [Pormenor escadaria]
Resultados 1 a 20 de 97 Mostrar tudo
Original Objeto digital not accessible

Zona de identificação

Código de referência

PT FIMS AMF

Título

Alfredo Matos Ferreira

Data(s)

  • [194-]-2002 (Produção)

Nível de descrição

SI

Dimensão e suporte

2099 peças desenhadas;
5 m/l documentação escrita;
19 maquetas;
mobiliário e
3 documentários.

Zona do contexto

Nome do produtor

(1928-2015)

História biográfica

Alfredo Durão de Matos Ferreira nasceu em Lisboa, a 1 de março de 1928. Era filho de António Joaquim de Matos Ferreira, médico dos Caminhos de Ferro em Trás-os-Montes e Bertha Durão, pintora, discípula de Columbano.
Em 1948 matriculou-se na Escola de Belas Artes do Porto, em 1952 termina o curso especial de arquitetura, concluindo o Curso Superior de Arquitetura em 1959.
Alfredo Matos Ferreira nunca chegou a concluir o trabalho para o Concurso para Obtenção do Diploma de Arquitecto – “Reconversão urbana e agrícola para a aldeia de Urros”, que alinhara em 1961. Em 1973 por questões profissionais remete o seu Curriculum Vitae a procedimento burocrático, para a obtenção administrativa do documento de curso.
Alfredo Matos Ferreira exerceu atividade profissional de arquiteto ao longo de mais de 50 anos (1950-[2004]).
Ainda estudante, no início da frequência escolar, trabalhou por curto período de tempo com o tio Mário Abreu, nomeadamente na urbanização nascente da rua da Friagem, atual rua Arquitecto Marques da Silva.
Entre 1970 e 1972 colaborou no escritório de Arménio Losa, desenvolvendo entre vários trabalhos o projeto para a Central de Camionagem em Vila Nova de Famalicão.
Alfredo Matos Ferreira exerceu atividade profissional nos programas da habitação individual, grupal ou multifamiliar, e no âmbito dos equipamentos para o ensino e no desenho urbano.
Em 1976 até 1998, por convite, Alfredo Matos Ferrrira iniciou a docência da disciplina de Projeto, no Curso de Arquitetura da Escola Superior de Belas Artes do Porto atividade que, acompanhando a integração do curso na Universidade do Porto, se consolidou na Faculdade de Arquitectura, até 1998. E foi no contexto de prestação de provas académicas que elaborou o trabalho “Aspectos da Organização do Espaço Português” (1986).
De interesses multifacetados Alfredo Matos Ferreira experimentou o cinema, produzindo, entre outros, alguns documentários de valor antropológico; teve igualmente fascínio pelo mar, praticou vela e estudou a construção de barcos.
Alfredo Matos Ferreira faleceu no dia 27 de junho de 2015, no Porto, na sua residência na rua Arquitecto Marques da Silva.

História do arquivo

Fonte imediata de aquisição ou transferência

O conjunto informacional foi doado pelas herdeiras, filhas de Alfredo Matos Ferreira, mediante contrato de doação assinado em 20 de dezembro de 2016.

Zona do conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

O conteúdo informacional é constituído por documentação produzida e recebida por Alfredo Matos Ferreira relativa à atividade privada, formação/académica e atividade profissional. Neste acervo podemos encontrar as seguintes tipologias informacionais: desenhos, processos de obras de arquitetura, processos de obras de urbanismo, fotografias, vídeos, entre outros.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de informação aberto.

Sistema de organização

Organização orgânico-funcional.

Zona de condições de acesso e utilização

Condições de acesso

O acesso à informação poderá ser feito nas instalações da FIMS, mediante marcação prévia e sujeito ao horário de funcionamento da instituição.

Condiçoes de reprodução

A reprodução dos documentos encontra-se sujeita a algumas restrições tendo em conta o seu tipo, o seu estado de conservação ou o fim a que se destina e carece sempre de autorização prévia da FIMS, enquadrando-se no Regulamento interno de reprodução de documentos. Está, ainda, sujeita à legislação sobre direitos de autor e direitos conexos.

Idioma do material

  • francês
  • português

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Zona de documentação associada

Existência e localização de originais

Fundação Instituto Arquitecto José Marques da Silva.

Existência e localização de cópias

Cópias digitais disponíveis para consulta presencial na FIMS.

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Zona das notas

Nota

Lista de Processos de obras de arquitetura/urbanismo

(*) Obras autorais das quais não existe documentação na FIMS.

Identificador(es) alternativo(s)

Pontos de acesso

Pontos de acesso - Assuntos

Pontos de acesso - Locais

Pontos de acesso - Nomes

Pontos de acesso de género

Zona do controlo da descrição

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Estatuto

Nível de detalhe

Datas de criação, revisão, eliminação

Línguas e escritas

Script(s)

Fontes

  • Memória: Alfredo Durão de Matos Ferreira / coord. Manuel Mendes, pref. Álvaro Siza - Porto : Afrontamento, 2017.

  • Construir o paraíso perdido: por uma casa livre: Alfredo Matos Ferreira. Álvaro Siza: Habitação, Parede, projecto, 1961.67 / Manuel Mendes – Porto : Afrontamento, 2017.

Nota do arquivista

Documentação organizada e descrita por Conceição Pratas.

Objeto digital (Mestre) zona de direitos

Objeto digital (Referência) zona de direitos

Objeto digital (Icone) zona de direitos

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Géneros relacionados

Locais relacionados