Mostrar 2265 resultados

Registo de autoridade

Ícaro, Paolo, 1936-, escultor

  • PT/MIL/PI
  • Pessoa
  • 1936-

Paolo Ícaro é um escultor italiano nascido em 1936. Entre as suas obras mais estão, “Fulmino e saette”, “La parte alegra del pesce”, “Lunatico”, “Ombre do pensiero”, “Lavora”, entre outras.

Évora, Cesária, 1941-2011, cantora de morna

  • PT/MIL/CE
  • Pessoa
  • 1941-2011

Cesária Évora nasceu a 27 de agosto de 1941, em Mindelo, Cabo Verde. Desde cedo começou a cantar para os amigos e, pouco depois, apresentou-se a cantar na praça principal da cidade onde vivia, acompanhada pelo irmão que tocava saxofone. Aos 16 anos começa a cantar em bares e hotéis, aí começa a ganhar maior notoriedade, acabando por ser conhecida como a “Rainha da Morna” e “a diva dos pés descalços” (como se apresentava em palco). Aos 20 anos foi convidada para cantar para a companhia Congelo. Já em 1975 Cesária Évora deixou de cantar para sustentar a família, situação essa que se prolongou nos dez anos seguintes, nos quais teve que lutar pelo alcoolismo, chegando a apelidar esse período de “Dark Years”. Em 1985 volta cantar, num espetáculo em Portugal e logo depois surgiram oportunidades para atuar em outros países, em 1988 grava o disco “La diva aux pieds nus” e, desde essa altura, o número de álbuns cresceu. Nessa data fixou-se em Paris e, com 47 anos, atingiu a sua maior notoriedade, chegando a ser considerada uma estrela internacional.
Em 2004, Cesária Évora, conquistou o Grammy de melhor álbum world music contemporânea e em 2009 foi distinguida com a medalha da Legião de Honra pelo Ministério da Cultura Francesa. Entro os seus maior êxitos estão “Mornas de Cabo-Verde & Oriondino” (1965), “Cesária Évora à L'Olympia” (1995), “Cesária Évora : L'essentiel” (2001), “Voz d'Amor” (2003), entre outros. Em setembro de 2011 pôs um ponto final na carreira musical por encontrar-se com a saúde debilitada. O seu falecimento data de 17 de dezembro de 2011 (70 anos).

Ágata, 1959-, cantora de música ligeira

  • PT/MIL/A2
  • Pessoa
  • 1959-

Maria Fernanda Pereira de Sousa, conhecida pelo nome artístico Ágata, nasceu a 11 de novembro de 1959 em Lisboa. Dedicou toda a sua vida à música, tendo constituído carreira em 1975 quando lançou o seu primeiro trabalho discográfico intitulado de “Heróis Trabalhadores”. Ainda nesse ano entrou para o Centro de Preparação de Artistas da Emissora Nacional, tendo frequentado o curso de música e arte. Ágata sempre se destacou por interpretar músicas do género romântico e em 1976 reforça essa ideia quando gravou um dos seus discos de maior sucesso “Já não estou sozinha”.
Antes da sua carreira a solo, e apenas com 17 anos, integrou a banda feminina Cocktail, chegando a gravar diversos discos. Chegou a ser voz de músicas de telenovelas, em particular com o tema “Caso Meu” para a telenovela brasileira “Dona Xepa” em 1979. Em 1982 participa no Festival RTP da Canção com o tema “Vai mas Vem” o que lhe valeu o Prémio Revelação do Ano. Já em 1984 termina o vínculo com o grupo Cocktail e inicia uma relação com o grupo Doce onde permaneceu até à sua extinção. Em 1986 muda o seu nome artístico para Ágata, pois até aquela altura apresentava-se como Fernanda Sousa.
Embora sempre tenha tido uma carreira de sucessos foi nos anos 90 que Ágata que a sua carreira teve a maior explosão, com êxitos como “Maldito Amor” ou “Comunhão de Bens”. Ágata teve pequenas participações em séries portuguesas, nomeadamente “Frou Frou” e “Espelho dos Acácios”, ambas emitidas na RTP. Deu, ainda, voz à emblemática “Abelha Maia” o que lhe deu uma grande notoriedade na época.

Zuniga, Guillermo Willie, 195?- , empresário

  • PT/MIL/GWZ
  • Pessoa
  • 195?-

Guillermo Willie Zuniga nasceu e cresceu em Los Angeles. Em 1979 começou a trabalhar na Alpha Therapeutic Corporation como operador de processo, chegando a gerente e diretor de nível. As suas aptidões e competências de liderança fizeram com que fosse promovido a vice-presidente de manufatura. Em 1986 a empresa Grifols adquiriu a Alpha Therapeutic e, a partir dessa data, Zuniga tornou-se presidente da empresa. Ainda nesse ano formou-se em Administração de Empresas pela Cal State LA.
Zuniga apoia vários centros familiares, como o El Nido, Cal State Las Rita Ledesma e Bianca Guzman, ajudando na criação de planos de desenvolvimento nas áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática. Colabora com organizações como a Girls Today, Woman Tomorrow e a Câmara de Investimentos de LA e compromete-se diariamente a ajudar pessoas com os produtos que fabrica na Grifols. É casado com Chris Chow, com quem tem três filhos.

Zubizarreta, 1961-, futebolista

  • PT/MIL/Z3
  • Pessoa
  • 1961-

Andoni Zubizarreta Urreta nasceu a 23 de outubro de 1961 em Álava. Cresceu na cidade de Gipuzkoa onde iniciou a sua carreia futebolística, estreando-se em 1980 na La Liga, pelo Desportivo Alavés. Em 1981 transferiu-se para o clube espanhol Athletic Bilbao, onde ganhou dois campeonatos nacionais uma Taça do Rei e uma Supertaça de Espanha e onde permaneceu até 1986. Nesse ano passou a representar o Futebol Clube de Barcelona, onde foi campeão nacional por quatro vezes, ganhou uma Liga dos Campeões da UEFA, uma Taça das Taças da UEFA, uma Super Taça da UEFA, duas Taças do Rei e duas Supertaças de Espanha. Já em 1994, Zubizarreta passou a representar o Valência, clube em que permaneceu até 1998 e no qual terminou a carreira. Foi jogador da seleção nacional espanhola entre 1985 e 1998 e é, ainda hoje, conhecido como um dos maiores goleadores espanhóis.
Depois de terminar a sua carreira, Zubizarreta afastou-se, por um tempo, da esfera futebolística, no entanto, em 2010, foi nomeado diretor de futebol do Futebol Clube de Barcelona, contudo no ano de 2015 foi demitido na sequência de um castigo aplicado pela FIFA ao clube. Paralelamente a esta função foi comentador de rádio e televisão no domínio futebolístico. Individualmente, Andoni Zubizarreta conquistou dois prémios, o Prémio Don Balon para jogador espanhol do ano, em 1987 e o Troféu Zamora na época 1986-1987.

Zorn, John, 1953-, compositor

  • PT/MIL/JZ
  • Pessoa
  • 1953-

Nascido a 2 de setembro de 1953, em Nova Iorque, John Zorn aprendeu desde criança a arte de tocar piano, violão e flauta, o que fez com que ganhasse um gosto acrescido por música clássica e world music. Enquanto adolescente tocou baixo numa band de surf music e, pouco depois, começou a estudar música com Leonardo Balada. Em 1969, enquanto estudava composição no Webster College, começou a aprender saxofone, o que o levou a integrar bandas de free jazz, avant-garde e de música experimental e, também, em alguns filmes de cinema e de animação.
Anos mais tarde, Zorn mudou-se para Manhattan onde chegou a dar pequenos concertos, tocando saxofone e outros instrumentos de sopro. Em 1975 fundou o Theatre of Music Optics, um projeto de arte e performance, projeto esse que o tornou um dos mais importantes compositores e produtores de música, dentro do seu género. Mais tarde, utilizou o mesmo nome que deu a este projeto para a empresa que fundou e que se destinou à publicação das suas composições.

Zola, Armando, 1948-, político

  • PT/MIL/AZ
  • Pessoa
  • 1948-

Armando Zola foi presidente da Câmara Municipal de Arouca de 1993 a 2005, com a coligação denominada de PDA (Pelo Desenvolvimento de Arouca) em junção com o Partido Socialista.

Zilm, Michael, 1957-, músico

  • PT/MIL/MZ
  • Pessoa
  • 1957-

Nascido no ano de 1957 em Stuttgard, Michael Zilm começou a estudar piano em viola com 8 anos. Em 1979 estudou na University of Music, em Stuttgart e continuou os seus estudos na International Summer Academy Mozarteum, em Salzburgo e na Akademia Chigiana, em Siena.
Em 1980, Zilm iniciou o festival “Days of New Music” e, ainda nesse ano, foi professor na University of Music, em Stuttgart. Já em 1988 realizou, por convite, um concurso de orquestra em Pequim. Nos anos seguintes conduziu muitas orquestras e grupos de renome, tais como o Deutschen Sinfonieorchester, Orchestra Sinfonica della RAI Torino, Orchestre de Paris, WDR-Sinfonieorchester, entre muitos outros.
Graças ao seu trabalho criativo, Michael Zilm foi Diretor Geral de Música, em Rostock, no período de 1991 a 1997 e conduziu muitos concertos dedicados a compositores do século XX. Desde 1990 que tem uma cooperação com a Orquestra Gulbenkian, em Lisboa, onde, entre 1994 e 2002, foi o primeiro maestro visitante. Desde 2002 que tem uma cooperação com Filarmónica de Cracóvia e desde 2006 que trabalha com a Orquestra Metropolitana de Lisboa. Zilm recebeu uma menção honrosa pela Associação de Editores de Música Alemã com a distinção de melhor programa de concertos da temporada, isto no decurso do ano de 1993.

Ziad, 1963-, futebolista

  • PT/MIL/Z2
  • Pessoa
  • 1963-

Hamed Ziad Tlemcani, conhecido apenas como Ziad, nasceu a 10 de maio de 1963 na Tunísia. Atualmente aposentado da carreira futebolística, Ziad jogou por quatro clubes e pela seleção nacional tunisina entre os anos de 1984 e 1999. Entre 1984 e 1990 representou o tunisence Espérence Tunis, passando, de seguinda, para o Vitória Sport Clube, clube português que representou de 1990 a 1994, em 1995 tranfere-se para o Vissel Kobe, clube japonês onde permanece até 1997, nesse mesmo ano retorna ao Espérance Tunis, onde fica até ao final da sua carreira, em 1990. Representou a seleção nacional da Tunísia entre 1990 e 1998.

Zeca, 1946-, futebolista

  • PT/MIL/Z
  • Pessoa
  • 1946-

José Luiz Ferreira Rodrigues, conhecido como Zeca, nasceu a 6 de julho de 1946 em Porto Alegre, Brasil. Formou-se na Sociedade Desportiva Palmeiras e desde essa altura que conquistou diversos títulos desportivos. Ocupando a posição de lateral esquerdo, Zeca disputou 389 jogos, alcançando a vitória de diferentes competições que lhe valeu uma série títulos, nomeadamente 3 campeonatos brasileiro (1969, 1972 e 1973), 2 campeonatos paulistas (1972 e 1974), os torneios de Mar Del Plata (1972) e Laudo Natel (1972), o troféu Ramón de Carranza (1969, 1974 e 1975) e a Taça dos Invictos 81972).

Zaragoza, Lluch Rosa, 1958-, cantora de folk

  • PT/MIL/LRZ
  • Pessoa
  • 1958-

Lluch Rosa Zaragoza nasceu a 23 de março de 1958, em Barcelona. Em 1984 iniciou a sua carreira musical, com um álbum onde agregou canções judaico-catalã, o que a levou a uma turnê por Israel, Nova Iorque e por vários países da Europa. Após esse sucesso inicial começou a destinar as suas obras essencialmente a três culturas ibéricas, os judeus, os muçulmanos e os cristãos. Entre 2000 e 2001 dirigiu os los Festivales de Músicas Místicas, em Barcelona, sendo que atualmente os seus iteresses musicais estão mais voltados para as crianças. Rosa Zaragoza participa em festivais de música mediterrânea, world music e música sacra, particularmente na Europa, no Médio Oriente e em Magreb. Entre a sua discografia é possível destacar, “Canciones de judíos, cristianos y musulmanes” (1992), “Mujeres del 36” (1998), “Nacer, Renacer” (2005), “La danza del alma” (2008), entre outros.

Zandinga, Lesagi Gymmes, 1945-200?, tarólogo

  • PT/MIL/LGZ
  • Pessoa
  • 1945-200?

João Almeida, conhecido como Lesagi Gymmes Zandinga, nasceu a 25 de agosto de 1945. De nacionalidade luso-brasileira, formou-se em psiquiatria e anatomia patológica pela Universidade de Brasília e do Rio de Janeiro, mais tarde tirou o curso de acupuntura, pelo American Institute of Metapsichie Inc de Miami e pela Sociedade Japonesa de Acupuntura, o curso avançado de Ciências Pedagógicas pelo Bristol University, o curso superior de Psicologia Aplicada pelo Institute Psychology Fundation de Bruxelas, o curso intensivo de Cosmobiologia pela Centro de Pesquisas Cósmicas da Duke University dos Estados Unidos, o curso de Psicanálise pela American Society for Psychanalyse Research e o curso de especialização de Hipomagnetologia pela Brantridge Forest School de Londres. Paralelamente estudou as ciências ocultas, acabado por ser visto como o “mestre” das mesmas.

Yoes, Amy, 1959-, artista plástica

  • PT/MIL/AY
  • Pessoa
  • 1959-

Amy Yoes nasceu no ano de 1959 nos Estados Unidos. Entre 1979 e 1984 estudou em Artes na School of the Art Institute de Chicago, onde obteve o BFA, sendo esta uma das mais conceituadas instituições do ensino artístico contemporâneo. Depois de viver por um período em São Francisco, em 1998 muda-se para Nova York, passo que necessitou de dar para ganhar maior notoriedade.
Sendo uma artista plástica de grande notabilidade, Amy Yoes trabalha, essencialmente, questões ligadas à ornamentação conjugada com elementos decorativos e arquitetónicos, sendo que, mais recentemente, tem estado debruçada sobre questões do âmbito das instalações com integração de tridimensionalidade, movimento e luz.

Resultados 1 a 20 de 2265