SI JCL - José Carlos Loureiro

[Planta] Planta, alçados, perfil AB e corte AB; planta topográfica [Planta] [Planta geral] [Planta do] 1º piso e [planta do] 2º piso [Planta do] 3º piso Corte A-B Planta do 4º piso Planta do 5º piso Planta do 6º piso Corte Alçado norte Alçado nascente Alçado sul Planta da cave Alçado sul [Planta geral] [Planta geral] 9 - Alçados Planta entre solo da torre, hotel e comércio
Resultados 1 a 20 de 186 Mostrar tudo
Original Objeto digital not accessible

Zona de identificação

Código de referência

PT FIMS JCL

Título

José Carlos Loureiro

Data(s)

  • 1949-2000 (Produção)

Nível de descrição

SI

Dimensão e suporte

C. 1924 peças desenhadas;
2 m/l de peças escritas.

Zona do contexto

Nome do produtor

(1925-)

História biográfica

José Carlos Loureiro nasceu em 2 de dezembro de 1925, na Covilhã. Filho de João Loureiro e de Maria da Conceição Loureiro. José Carlos Loureiro, o mais novo de dois filhos, casou com Maria José de Morais Carvalho Geraldes Coelho, em 1950, com quem teve dois filhos, José Manuel Geraldes Coelho Louceiro e Maria Teresa Geraldes Coelho Loureiro.
Ingressou na Escola de Belas Artes do Porto no ano escolar de 1941-42, concluindo a sua formação académica em 1950. Nesta data inicia a sua atividade de arquiteto como profissional liberal e docente (2º assistente) na Escola Superior de Belas Artes do Porto.
Em 1972 abandona a carreira docente para se dedicar exclusivamente ao exercício da arquitetura como profissão liberal.
Em 1976, em colaboração com o Arq. Luís Pádua Ramos, seu colaborador na altura, constitui a GALP, Lda (Gabinete de Urbanismo, Arquitectura e Engenharia, Lda).
Em 1992, retomou a docência, na qualidade de professor convidado da Faculdade de Arquitectura da Universidade do Porto.
Participou em colóquios, congressos e exposições de caráter nacional e internacional, desempenhou cargos diretivos em associações representativas da profissão e exerceu funções em cargos de vereação camarária no município do Porto. Em 2009 foi-lhe atribuída a Medalha Municipal de Mérito, Grau de Ouro.
A obra projetada do arquiteto encontra-se dispersa por um amplo território geográfico, com uma maior incidência no Porto e no Norte de Portugal, variando entre as habitações uni e plurifamiliares, de caráter cultural, hospitalar e outros equipamentos. Como referências desse extenso universo cita-se o Edifício Parnaso (Porto 1954-56), a Pousada de São Bartolomeu (Bragança, 1954-60), os Edifícios Luso-Lima (Porto, 1958-72), o Mercado Municipal de Barcelos (1968-70), o Palácio de Desportos (Porto, 1951-52), o Hotel D. Henrique (Porto, 1965-72) e os Edifícios Residenciais de Aveiro (1968-72). Enquanto arquiteto, José Carlos Loureiro teve como colaboradores, nos seus escritórios, Alcino Soutinho, Anni Gunther, Carlos Chaves de Almeida, José Gomes Fernandes, Luís Cunha, Manuel Correia Fernandes, Maria Noémia Coutinho, Noé Dinis (estagiário), Pádua Ramos e Rogério Cavaca (estagiário), entre outros.

História do arquivo

Fonte imediata de aquisição ou transferência

O conjunto informacional foi doado pelo arquiteto José Carlos Loureiro, mediante contrato assinado em 26 de setembro de 2013.

Zona do conteúdo e estrutura

Âmbito e conteúdo

O conteúdo informacional é composto pela documentação produzida nos escritórios do arquiteto José Carlos Loureiro, contendo processos de obra/projeto, desde o início da sua atividade ao aos nossos dias.

Avaliação, selecção e eliminação

Ingressos adicionais

Sistema de informação aberto.

Sistema de organização

Orgânico-funcional.

Zona de condições de acesso e utilização

Condições de acesso

A disponibilização da informação será feita parcialmente. O acesso à informação poderá ser feita nas instalações da FIMS, mediante marcação prévia e sujeita ao horário de funcionamento da instituição.

Condiçoes de reprodução

A reprodução dos documentos encontra-se sujeita a algumas restrições tendo em conta o seu tipo, o seu estado de conservação ou o fim a que se destina e carece sempre de autorização prévia da FIMS, enquadrando-se no Regulamento interno de reprodução de documentos. Está, ainda, sujeita à legislação sobre direitos de autor e direitos conexos.

Idioma do material

Script do material

Notas ao idioma e script

Características físicas e requisitos técnicos

Instrumentos de descrição

Zona de documentação associada

Existência e localização de originais

Existência e localização de cópias

Unidades de descrição relacionadas

Descrições relacionadas

Zona das notas

Nota

Lista de Processos de obras de arquitetura/urbanismo

(*) Obras autorais das quais não existe documentação na FIMS.

Identificador(es) alternativo(s)

Pontos de acesso

Pontos de acesso - Assuntos

Pontos de acesso - Locais

Pontos de acesso - Nomes

Pontos de acesso de género

Zona do controlo da descrição

Identificador da descrição

Identificador da instituição

Regras ou convenções utilizadas

Estatuto

Nível de detalhe

Datas de criação, revisão, eliminação

Línguas e escritas

Script(s)

Nota do arquivista

Documentação organizada e descrita por Conceição Pratas e Abel Rodrigues.

Objeto digital (Mestre) zona de direitos

Objeto digital (Referência) zona de direitos

Objeto digital (Icone) zona de direitos

Zona da incorporação

Assuntos relacionados

Pessoas e organizações relacionadas

Géneros relacionados

Locais relacionados